All posts by ctpuser

30 Ago 2016
jn

Muito se tem falado sobre o aumento do turismo em Portugal. Os dados do INE confirmam: nunca o país recebeu tantos turistas como agora. No primeiro semestre do ano houve mais de 8,5 milhões de turistas nas cidades portuguesas.

O turismo continua a aumentar em Portugal. No acumulado do primeiro semestre, o número de turistas superou os 8,5 milhões, algo nunca antes visto. O mês de Junho também foi o melhor desde que há dados, segundo os dados disponibilizados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) esta terça-feira, 16 de Agosto.

Há quatro anos que o número de turistas em Portugal tem vindo a aumentar, com 2014 a ser o que registou o maior aumento homólogo (12%). Mas este primeiro semestre é o mais forte no que respeita ao número total de turistas, mais de 8,5 milhões, o que ainda assim representa um crescimento de 10,2% face ao primeiro semestre do ano passado.

O INE disponibiliza dados desde 2006, não se verificando nenhum valor que se aproxime destes 8,5 milhões de turistas. Nos últimos 10 anos, só houve dois anos de quebra, 2009 e 2012.

Em Junho, houve mais de 1,89 milhões de turistas em Portugal, sendo este o melhor Junho da série.

Em dormidas, também se registaram novos recordes, tendo sido registadas 23 milhões de dormidas no primeiro semestre do ano, mais 10,9% do que no ano passado. E também não há histórico de valores semelhantes no passado.

A contribuir para estas evoluções estiveram os turistas estrangeiros e nacionais, com os estrangeiros a registarem um aumento de 10,5% em Junho e os portugueses um acréscimo de 7,3%, adianta o INE.

O instituto adianta que “os 13 principais mercados emissores evidenciaram uma evolução globalmente positiva”. O país de onde vêm mais turistas estrangeiros continua a ser o Reino Unido, representando 27,7% do total, seguido pela Alemanha (13,3%) e pela França (11,1%).

Por regiões, os maiores aumentos nas dormidas foram observadas no Norte, com um aumento de 15,1%, na Região Autónoma dos Açores (+14,1%) e no Alentejo (+14%). O INE realça que Lisboa e o Algarve foram as regiões com os crescimentos mais moderados, de 4,8% e 8,9%, respectivamente, mas continuam a ser as zonas mais procuradas, recebendo 39,5% do turismo.

Com este crescimento do número de turistas, os proveitos deste sector também aumentaram, reflectindo este cenário. Assim, “os proveitos totais fixaram-se em 294,2 milhões de euros e os de aposento em 212,0 milhões de euros, correspondendo a acréscimos de 15,2% e 15,5%, respectivamente”, revela o INE. “Os resultados do primeiro semestre foram igualmente positivos (+16,5% de proveitos totais e +17,6% de proveitos de aposento)”, adianta a mesma fonte.

Cimeira do Turismo